Eleições 2022: Lula ganha de Bolsonaro em todos cenários de pesquisa da Datafolha

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O petista ganharia de Bolsonaro tanto no primeiro, quanto no segundo turno das eleições para presidente

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha com as intensões de voto para eleição presidencial de 2022 foi divulgada nesta sexta-feira (17). Nela, em todas as simulações Lula (PT) venceria na urna com boa diferença em relação aos outros possíveis candidatos, entre eles, o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Foram expostos aos eleitores cenários diferentes estimulados, ou seja, quando o pesquisador dá ao entrevistado as opções de voto. No primeiro, Lula sairia na frente com 44% dos votos. Em seguindo lugar viria Bolsonaro, com 26% das intenções, em terceiro, Ciro Gomes (PDT), com 9%, e em quarto, João Dória com 4%.

Em um segundo cenário apresentado, os eleitores tinham como opção de voto Lula, Bolsonaro, Ciro Gomes e Eduardo Leite. Neste, Lula teria 42% dos votos seguido por Bolsonaro (25%), Ciro Gomes (12%) e Eduardo Leite (4%).

Na parte da pesquisa espontânea, ou seja, quando o entrevistado fica livre para escolher em quem votaria sem ter as opções de voto, o cenário revelou-se da seguinte forma: Em primeiro lugar Lula (27%), em segundo Jair Bolsonaro (20%), em terceiro Ciro Gomes (2%), outros candidatos juntos tiveram 3% das intensões de voto. 10% disseram que votariam branco ou nulo e 38% falaram que não sabem.

Para o segundo turno Lula também sairia na frente de Bolsonaro com 56% dos votos contra 31% para o atual presidente. Colocado contra Dória, Lula também venceria com 55% das intensões contra 22% para o atual governador paulista.

Já em outro cenário de segundo turno, com Bolsonaro e Ciro Gomes na disputa, Ciro Gomes ganharia com 52% dos votos, contra 33% de Bolsonaro. E entre Dória e Bolsonaro, o atual presidente também viria atrás com 34% das intensões de votos e Dória ganharia com 46%.

Rejeição

Já no item rejeição, Bolsonaro sai disparado na frente com 59%. Em segundo vem Lula, com 38%, seguido por Dória (37%) e Ciro Gomes (30%).

A pesquisa ouviu 3.667 pessoas entre os dias 13 e 15 de setembro em 190 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Perfil dos eleitores

Bolsonaro tem altos índices de rejeição entre estudantes (73%) e evangélicos (44%). Lula é mais rejeitado entre os preferem o PSDB (74%) e entre homossexuais/bissexuais (16%). Doria é tem altos índices de rejeição entre os que ganham mais de 10 salários mínimos (45%) e entre as donas de casa (26%). Ciro Gomes é mais rejeitado entre os que preferem outro partido que não seja PT, PSDB, MDB e PSOL (36%) e entre moradores do Sul (22%)

Entre aqueles que votaram em Bolsonaro em 2018, 26% dizem rejeitar seu nome para a disputa presidencial de 2022, e 68% não votariam de jeito nenhum em Lula.

Leia Também