Bolsonaro culpa Marcelo Ramos por aprovação do aumento do Fundo Eleitoral

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Neste domingo (18), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez fortes críticas ao vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM) relacionadas a aprovação do Fundo Eleitoral, ocorrido na semana passada.

Marcelo presidiu a sessão que votou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e ampliou de R$2 bilhões para R$5,7 bilhões do valor do fundo para 2022. Na saída do hospital, Bolsonaro falou com jornalistas e disse que “o responsável por aprovar isso aí é o Marcelo Ramos, lá do Amazonas, o presidente”.

Após ouvir as declarações do presidente, ramos afirmou que Bolsonaro se isenta das responsabilidades na pandemia e agora busca outros culpados no que se refere ao Fundo Eleitoral.

“Se depender do Bolsonaro ele não é responsável por nenhum das mais de 530 mil pessoas mortas na pandemia, nem por 15 milhões de desempregados, nem por 19 milhões de brasileiros com fome e nem mesmo pela escandalosa tentativa de roubo na compra de vacinas. Ele deveria é dizer que vai vetar, mas vai tentar arrumar alguém para responsabilizar também, porque é típico dele”, declarou.

Foto: Reprodução/ Twitter

Leia Também