Bolsonaro cobra posicionamento de Omar e Braga ao citar ataque a Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Na manhã desta segunda-feira, 7, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou os ataques criminosos registrados no domingo, 6, em Manaus para atacar os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), que são presidente e membro da CPI da Covid, respectivamente.

“Nós estamos tendo um problema em Manaus. Acabou falecendo um chefe do tráfico e o pessoal está reagindo a isso aí. Eu quero saber onde estão os senadores Omar Aziz e Eduardo Braga. Eles não são do Amazonas? Não cuidam do interesse do estado? Estou aguardando o posicionamento deles, já que está tudo bem lá. Estão só preocupados com a CPI”, disse Bolsonaro.

Em contrapartida, Aziz criticou a postura de Bolsonaro. “É obrigação do presidente enviar policiais da Força Nacional de Segurança para manter a ordem. Se ele fosse um presidente que gostasse de ajudar, a primeira coisa que ele faria era ligar para o governador e perguntar se ele está precisando de ajuda”, disparou o presidente da CPI da Covid.

O senador disse que entrou em contato com o ministro da Justiça, Anderson Torres, pedindo apoio da Força Nacional de Segurança, e reclamou da inércia do governo federal. “O que ele (Bolsonaro) fez pela segurança? Nada. É muito fácil jogar nas costas dos outros”, disse Aziz.

Leia Também