Policial militar é investigada por vender conteúdo adulto para homens nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma policial militar identificada como Yolanda Caroline Buarque de Oliveira está na mira da Corregedoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro. A sargento ainda lançou cupons para os homens que assinarem seu pacote de fotos, que dá direito a concorrer a um café da manhã com ela.

“Apenas me convocaram para prestar esclarecimentos sobre uma plataforma paga que redirecionava para um grupo no Telegram, que não remetia a nenhum conteúdo explícito ou pornográfico e nem associado à corporação da Polícia Militar”, disse.

Apesar de negar que venda material pornográfico, a policial mantém perfis onde vende “lives”, “desnudes”, “fotos boudoir”, “fotos sensuais”, “vídeos” e “fantasias”. “Ao assinar o plano trimestral você receberá um cupom para concorrer a um café da manhã comigo, que acontecerá todo final do mês com os novos assinantes”, explicou Carolina na publicação feita nas últimas semanas.

Leia Também