Vigilante é preso pela morte de servidora Silvanilde e diz que foi ‘acidente’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um homem identificado apenas como “Caio” foi preso no final da manhã desta terça-feira (31) como o principal suspeito de ter assassinado a servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Silvanilde Veiga. A prisão foi realizada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

De acordo com a polícia, o homem é vigilante do condomínio Gran Vista, onde a vítima morava. A prisão acontece dez dias após o assassinato.
A polícia ainda não informou se houve participação de outras pessoas e a imprensa aguarda mais informações.

A caminho da DEHS, a imprensa abordou o homem e questionou a motivação para o crime. Sem falar muito, ele disse que foi “acidente”.

Silvanilde levou mais de 10 facadas pelas costas, atingindo o pescoço. O celular dela foi levado.

Leia Também