Vereador de Eirunepé é preso suspeito de comprar R$ 1,6 milhão em drogas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O vereador Antilde Valério Tomaz (MDB), foi preso pela Polícia Civil do Amazonas, na manhã desta sexta-feira (1ª), durante operação. O edil é suspeito de comprar uma carga de entorpecente avaliada em R$ 1,6 milhões.

Segundo o delegado Torquato Mozer, a operação é decorrente de uma investigação que iniciou após a prisão do transportador do carregamento. Ele informou o destino, os valores e os possíveis compradores da carga.

Ainda conforme a autoridade policial, compradores estariam dentro de presídios do município. Além deles, o vereador também seria um possível comprador.

O delegado relata que na casa do parlamentar foi encontrado uma grande quantidade de dinheiro em espécie.

Diante dos fatos, o vereador Antilde, que é irmão paterno do senador Plínio Valério, foi preso temporariamente. As investigações ainda estão em andamento.

Leia Também