Triangulo amoroso: Lucas teria traído a amante com enfermeira e por vingança, ela se juntou ao marido para matá-lo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Ao desconfiar que estava sendo traído, o dono do Vitória contratou um detetive que descobriu o triangulo amoroso no qual o sargento Lucas estava envolvido.

O desfecho do “caso Lucas” está cada vez mais cheio de detalhes chocantes. O portal Estado do Amazonas teve acesso a informações sigilosas nas quais são revelados bastidores do crime e a real motivação da morte do sargento, ocorrida no último dia 1º de setembro, dentro da cafeteria dele, no bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul da cidade.

De acordo com essa fonte, Joabson (dono do supermercado Vitória) estava desconfiando que a esposa dele poderia estar  o traindo e por isso ele teria contratado um detetive particular para descobrir sobre o caso extraconjugal de Jordana.

Ao investigar os passos da esposa de Joabson, o detetive descobriu que ela tinha um caso com o sargento Lucas, mas ele descobriu além. Segundo o detetive, Lucas mantinha caso extraconjugal com Jordana e também com uma enfermeira que trabalha no hospital Santa Júlia, no qual o dono era o sogro de Lucas.

Ainda durante as investigações, foi descoberto que a esposa de Lucas estava grávida e que a segunda amante dele, a enfermeira, também esperava um filho do sargento. Diante de todas as informações, o detetive informou seu contratante (Joabson) sobre tudo que havia descoberto.

A partir daí, o dono do Vitória tirou satisfações com a esposa e disse a ela tudo que havia descoberto, inclusive sobre a segunda amante de Lucas e sobre a gravidez da esposa e da enfermeira. Diante de tudo que ficou sabendo, Jordana teria ficado furiosa e contado ao esposo sobre uma quantia alta que havia “dado” ao amante e juntos planejaram recuperar o dinheiro.

Ao ser cobrado, Lucas não conseguiu devolver toda a quantia, pois já havia gastado. O casal foi preso na tarde de hoje (21) ao se entregar à Polícia Civil. Ambos continuam na delegacia, em celas separadas para que a polícia dê andamento às investigações.

Leia Também