Travesti é presa ao esfaquear cliente, professor de Jiu-Jitsu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A travesti tentava aplicar um golpe financeiro nele, quando o mesmo percebeu e iniciou uma discursão

Uma travesti foi presa após esfaquear um professor de Jiu-Jitsu com quem ele havia acabado de fazer um programa sexual. O crime ocorreu no último dia 8, em um drive-in localizado na avenida bandeirantes, zona Sul de São Paulo, porém, ela só foi presa nessa segunda-feira (13).

Segundo a polícia, a travesti já era acostumada a aplicar golpes em clientes. Quando acertava o programa com o cliente, ela falava um valor e na hora de passar o cartão na maquineta, colocava um valor bem acima do acordado, cerca de dez vezes mais caro.

No dia do crime, o professor de Jiu-Jitsu teria percebido o golpe e começado uma discursão com a profissional do sexo. Segundo ele, o programa tinha sido acertado em R$40, mas na maquineta ela colocou o valor de R$400.

Durante a discursão o professor foi esfaqueado e precisou ser socorrido e levado para uma unidade hospitalar da cidade, onde passou por várias cirurgias e permanece internado.

Já a travesti conseguiu fugir do local e só foi encontrada ontem, por uma equipe da Polícia Civil da cidade.

Leia Também