Suspeito se entrega e confessa de ter matado professor de dança com golpe de faca em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Diego Ribeiro da Silva, de 30 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (21), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) pela autoria do homicídio de Alex Rene Mota de Carvalho, que tinha 46 anos, ocorrido no domingo (19/06), por volta de 21h, na rua Paranapua, bairro Coroado, zona leste de Manaus. Ele confessou o crime.

A delegada Deborah Barreiros, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), explicou que a vítima e o suspeito tinham um relacionamento homoafetivo há cinco anos.

“Testemunhas relataram que Alex era uma pessoa tranquila e Diego, mesmo vivendo com ele, mantinha relacionamentos amorosos com mulheres. Quando esses relacionamentos não davam certo, Alex o aceitava de volta. O autor, no entanto, era bastante agressivo e algumas vezes a polícia era chamada para conter os ânimos durante algumas discussões entre eles”, explicou a delegada.

Conforme a autoridade policial, na ocasião do crime, o casal teve um desentendimento e Diego desferiu um golpe de arma branca na região do tórax de Alex, que veio a falecer no local.

“Durante a discussão, Diego passou a humilhar e agredir a vítima. Alex tentou evadir-se do local, entretanto, foi atingido apenas com uma facada, o que o levou a óbito”, explicou Deborah.

Diego responderá por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Leia Também