Presas na praia após golpe de R$ 1 milhão, amigas reclamam do tratamento na cadeia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

As primeiras horas de Fernanda Natalina dos Santos Lima e Angélica de Jesus Alberch na cadeia não estão sendo agradáveis. As duas foram presas com os namorados no belo Balneário Camboriú, em Santa Catarina, todos acusados de dar golpe de pelo menos R$ 1 milhão. A quadrilha é acusada de gerar links falsos de deep web, simulando pagamentos e compras.

Durante a audiência de custódia elas afiramram que foram agredidas pela polícia. Mas a tática não deu certo e em vez dos hotéis luxuosos o quarteto segue preso. Eles também são acusado de clonar cartões e transferir dinheiro para contas de laranjas.

“Com a evolução da tecnologia e a disseminação dos bancos digitais, as quadrilhas se especializaram na aplicação de golpes, sobretudo no ambiente da deep web, a parte da internet que fica oculta do grande público. Para evitar esses crimes, é preciso que essas instituições financeiras invistam em segurança e os clientes redobrem a atenção e também não comprem produtos de procedência duvidosa”, diz a delegada Daniela Terra.

A polícia afirma que na delegacia eles ainda ofereceram R$ 150 mil para serem liberados, o que só agrava a situação dos quatro.

Leia Também