Polícia mata Bileno, um dos traficantes mais perigosos e procurados do Amazonas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

MANAUS – AM | O líder da facção Revolucionários do Amazonas (RDA), Lenon Oliveira do Carmo, 41, mais conhecido como “Bileno”, morreu com outro traficante em um confronto armado com policiais em um sítio no bairro Puraquequara, na zona Leste, na madrugada deste domingo (10).

O ex-integrante do Comando Vermelho e outros comparsas estavam em um campo de futebol vendendo drogas e intimidando moradores que assistiam a uma partida.

A Rocam foi chamada, mas ao chegar ao local, Bileno percebeu a aproximação e atirou para cima causando um grande tumulto.

As pessoas começaram a correr e o bando aproveitou o momento para fugir e se esconder no sítio. Porém, a polícia recebeu a informação da localização deles e foi até a propriedade.

Lá, os agentes foram recebidos a tiros e ao revidarem, atingiram Bileno e Diogo da Santos Mota, 19 anos. Eles chegaram a ser socorridos, mas um morreu a caminho do hospital e o outro morreu assim que chegou à unidade.

Com Bileno e Diogo foram encontradas quatro armas, sendo 3 pistolas e 1 revólver, além de várias munições e quase R$ 7 mil em espécie.

Bileno é um velho conhecido da polícia e tem uma ficha criminal extensa. Ele era considerado um traficante extremamente perigoso e já era procurado.

Leia Também