Padrasto não aceita término, estupra e degola menina para se vingar da mãe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um homem que não teve o nome divulgado, foi morto durante confronto com agentes da Guarda Municipal, após reagir à prisão nesta segunda-feira (30), em Itajaí, litoral de Santa Catarina. Segundo a Polícia Militar, ele era o principal suspeito de estuprar e degolar uma menina de sete anos na noite de mesma segunda-feira. A motivação seria por não aceitar o término do relacionamento com a mãe da vítima.

Além da menina, o homem também cortou os dedos do outro filho da mulher, um adolescente de 16 anos. Uma faca foi apreendida. O autor do crime era servidor da Secretaria Municipal de Sáude de Itajaí, que por meio de nota, informou que o suspeito resistiu à prisão e investiu contra um dos guardas municipais usando uma faca.

Câmeras de segurança flagraram o momento que o homem saiu da casa da ex. O adolescente está em estado estável.

Foto: Reprodução / NSC TV

Leia Também