Novinho é suspeito de matar amante gay para não atrapalhar seu casamento

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um jovem de 18 anos, foi preso, suspeito da morte do amante, um homem de 32 anos. A vítima identificada como Heder Henrique de Souza Urzeda, foi executada a golpes de faca na cabeça e tórax. Em seguida, seu corpo foi queimado dentro de um carro.

Conforme as investigações, a vítima foi morta porque o autor tinha uma união estável com uma mulher, na época grávida, e o amante poderia atrapalhar o casamento.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, o crime foi praticado em 7 de outubro de 2021. Na ocasião, os amantes se desentenderam em uma kitnet onde morava o suspeito, e Heder Henrique foi morto no local, que fica no setor Jardim Colorado.

Câmeras registaram o momento que o jovem ateia fogo no carro que estava o amante na Avenida São Domingos, Jardim Liberdade.

Na delegacia, o suspeito confessou o assassinato e disse que o matou com um golpe ‘mata-leão’, porém, os exames apontaram outro resultado. A vítima foi morta a golpes de faca.

O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado, incêndio e destruição de cadáver.

Leia Também