Mulher que matou o marido por causa de TikTok diz que apanhou e vai responder em liberdade

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Luciane Ripka de Marafigo, única suspeita de matar Joarez Gonçalves Almeida a facadas, disse que assassinou o marido para não apanhar dele. Apesar da declaração, ela admitiu que a briga fatal começou por ter visto ele vendo vídeos de mulheres no TikTok.

Luciane alega que era vítima de violência doméstica e mostrou uma medida protetiva contra o marido, com quem vivia na mesma casa e tinha dois filhos. Ela afirma que ele quebrou o celular dela na briga.

Em entrevista ao Balanço Geral, a irmã da vítima afirma que eles brigavam todo dia. “Eles brigavam, minha mãe sempre tinha que ta atendendo. Os dois bebiam”, diz Cláudia Moreira.

Luciane vai responder em liberdade.

Leia Também