Mulher é presa por envolvimento em morte de motorista de aplicativo, em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a Polícia Civil, ela foi quem forneceu a arma para o atirador matar o motorista, no bairro Alvorada.

Karen Izel de Oliveira, de 28 anos, foi presa na manhã desta terça-feira (28), apontada pela Polícia Civil como participante na morte do motorista de aplicativo Jair Roberto Melo Douzani, que tinha 25 anos. O crime ocorreu no dia 18 de julho deste ano.

No dia do assassinato, a vítima foi encontrada morta com cinco tiros em via pública, no bairro Alvorada 2, zona Centro-Oeste de Manaus. Segundo a polícia, Karen foi quem forneceu a arma para que os criminosos fossem executá-lo. Na ocasião do crime, os atiradores chegaram a levar o carro do motorista do local do crime, mas o abandonaram no mesmo bairro.

Além dela, outros dois suspeitos participaram da execução.

Suspeito morto

Na noite do último sábado (25), um dos suspeitos de atirar contra o motorista, identificado como João Carlos de Souza Mafra, de 20 anos, também foi assassinado a tiros no bairro Alvorada.

O homem estava participando de um bingo quando foi alvejado com diversos tiros e morreu no local. Na ocasião, outra pessoa ficou ferida.

Segundo a polícia, João Carlos foi quem atirou no motorista no dia do crime.

Leia Também