MONSTRUOSIDADE – Bebê morre com sinais de estupro; mãe e padrasto são suspeitos do crime

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Civil de Penápolis, em São Paulo, está trabalhando para desvendar a causa da morte da pequena Mirella Fernanda, de apenas um ano. Segundo o Boletim de Ocorrência, a criança deu entrada na tarde da última segunda-feira (14), no pronto-socorro da cidade em estado de rigidez cadavérica.

Ainda segundo o documento, no corpo da menina, haviam várias marcas roxas e dilaceração do ânus.

A médica que atendeu a bebê percebeu os sinais de violência e acionou a Polícia Militar, que questionaram a mãe e o padrasto.

Para eles, os dois alegaram que colocaram Mirella para dormir no domingo (13) e perceberam que ela estava morta no dia seguinte. Porém, o conselho tutelar informou que já havia denúncias de maus-tratos contra a família.

Um inquérito foi aberto e a chegada do laudo é esperada. Até o momento ninguém foi preso.

Revoltados, moradores do município pediram justiça nas redes sociais com a tag #JustiçaPorMirella

Leia Também