Mais de 1 tonelada de entorpecentes apreendidos em ações policiais no estado são incinerados pela PC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Para que a incineração fosse realizada foi montada uma logística especial a fim de transportar a droga com segurança.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Divisão de Recebimento, Análise e Distribuição de Inquéritos e Termos Circunstanciados de Ocorrência e de Armazenamento de Material Apreendido (Drad), realizou na manhã desta quarta-feira (16/03), por volta das 7h30, a incineração de 1,2 tonelada de maconha apreendidas ao longo das operações policiais deflagradas no estado.

Estiveram presentes o secretário de Segurança Pública do Amazonas, general Carlos Alberto Mansur, a delegada-geral Emília Ferraz e a delegada Leila Silva, diretora do Drad.

O secretário ressaltou o trabalho das forças de segurança atuantes no Amazonas no combate ao narcotráfico. “Essa ação é fruto de um trabalho incansável realizado pelos nossos agentes de segurança, que tem como objetivo tirar esses entorpecentes de circulação e garantir a segurança pública no estado. Estamos sempre atuantes para combater o narcotráfico e as demais práticas delituosas”, disse o secretário.

A delegada-geral Emília Ferraz destacou que a ação é resultado das atividades exercidas pela Polícia Civil, que atua na repressão à prática do tráfico de drogas no Amazonas. Além disso, Emília enfatizou o desempenho dos policiais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), em conduzir o material até o local de destino.

“O Drad, juntamente com a Core, montou uma logística segura para efetuar a condução desses entorpecentes. A incineração é uma parte do combate ao narcotráfico, portanto, é uma honra participar desse processo, garantindo que esses produtos sairão de circulação, para a preservação da sociedade amazonense”, falou a delegada-geral.

A delegada Leila Silva ressaltou que o procedimento tem como objetivo combater o tráfico de drogas no Estado do Amazonas, a fim de manter o bem-estar da população.

Leia Também