“Golpe da falsa vaga de emprego”: PC alerta população para o novo golpe de estelionato virtual

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O aumento do número de registros de crimes cibernéticos tem sido notado em todas as esferas da sociedade e muitos golpes vêm sendo aplicados virtualmente. Com base nisso, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), alerta a população para o ‘Golpe da falsa vaga de emprego”, onde os criminosos se utilizam de sites que oferecem vagas de empregos para coletar os dados das vítimas.

Conforme o delegado Adriano Félix, titular do 8° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o golpe tem trazido bastante incômodo para as partes que acabam sendo envolvidas nele.

“Eles usam sites que oferecem vagas de empregos e coletam os dados pessoais das vítimas. Posteriormente, eles entram em contato com as pessoas e oferecem empregos a elas, mas alegam que para que seja feita a contratação, a pessoa precisa fazer um curso on-line, e cobram um determinado valor por ele”, explicou Félix.

Ainda de acordo com a autoridade policial, no momento em que as vítimas procuram pelo curso ou vaga de emprego, e não os encontram, percebem que caíram em um golpe.

“Esse crime se caracteriza como estelionato, tipificado no inciso 2° do artigo 171 do Código Penal (CP), com pena de quatro a oito anos de reclusão. Os criminosos entram em contato com as vítimas, de várias formas, principalmente por meio de aplicativos de mensagens instantâneas, links, e-mails e redes sociais. Geralmente, usam o nome de uma empresa já existente, para caso a vítima precise pesquisar na internet e tenha mais confiança”, relatou o delegado.

Cuidados – Adriano Félix ressaltou que para não cair nesse golpe, é primordial que a pessoa entre em contato com a empresa em que o indivíduo, supostamente, está oferecendo a vaga, para saber se de fato ela é verídica. É importante que a população esteja atenta na hora de efetuar pagamentos via boletos, sendo necessário conferir o nome do destinatário para onde o valor será enviado, pois é nesse momento que pode ser detectado uma possível fraude.

Como denunciar? – Caso seja vítima desse golpe ou conheça alguém que possa estar praticando esse crime, procure à unidade policial mais próxima de sua casa, ou compareça ao 8° DIP, para formalizar a ocorrência.

“Disponibilizamos o número (92) 99962-2700, da unidade policial, para denúncias, e o 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). Asseguramos que as informações serão mantidas em sigilo”, disse Félix.

Leia Também