Filho mata a mãe por achar que ela ‘teria planos de abandoná-lo’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Adriana Ohlson, de 49 anos, foi morta a tiros pelo proprio filho, David Allan Ohlson, na cidade de Pansacola nos Estados Unidos, no último dia 8 de abril. O crime aconteceu na casa da família brasileira.

Conforme o Boletim de Ocorrência, o jovem de 20 anos confessou o crime e em depoimento contou que “seu mundo caiu quando os pais se separaram”, há três semanas. Ainda, David, revelou que pensava que Adriana “tinha perdido empatia” com ele e que “parecia ter planos de deixá-lo”.

No dia do crime, a vítima estava na casa de uma amiga. David chegou da escola, eles discutiram e em seguida, ele pegou uma arma e queria atirar na amiga, mas não conseguiu. Adriana ligou para o pai do jovem, que ao chegar no imovél tentou tirar o revólver. David atirou no abdômen da mãe, que não resistiu.

Ainda na delegacia, David disse que “de todas as pessoas em que planejava atirar, não esperava que a mãe fosse uma delas”.

Leia Também