Desesperado, pai chora e acusa padrastro de desfigurar rosto do filho com fio elétrico: ‘Ele é um lixo’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um menino de 4 anos desabafou para o pai, Vitor Manoel Zeferino, de 21 anos, que havia passado por momentos de tortura nas mãos do padrasto. O caso aconteceu em ardinópolis, interior de São Paulo.

De acordo com o portal metrópoles, a criança e o irmãos mais velho por parte de mãe passaram por exames de corpo de delito, ma última sexta-feira (15).

“Meu filho contou que o padrasto bateu nele de chinelo, de fio, deu soco nele, chute”, relata Zeferino. “Não aguentei. Comecei a chorar, desabar. Eu não aguentei. Não aguento”,

As crianças estão sob a guarda dos pais e o resultados dos exames é aguardado. “Ele bateu muito nos dois moleques. Bateu muito de fio, de chinelo. Ele é um monstro. Para mim, ele tem que ir preso. Ele é um lixo. Para mim, não é homem, não”, diz Vitor.

O padrasto, suspeito das agressões, ainda não foi preso.

Leia Também