Desaparecida há 11 dias é encontrada morta com marcas de agressão em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Helen da Silva Araújo, de 31 anos, foi encontrada pela família morta no Instituto Médico Legal (IML) nesta sexta-feira (15). Ela estava desaparecida há 11 dias. Segundo a família, a mulher com deficiência mental, foi vítima de agressão física.

De acordo com o irmão de Helen, Helio da Silva Araújo, ela tomava remédios controlados e no dia do desaparecimento, sua mãe havia saído para comprar seus remédios que acabaram, quando retornou para casa ela já não se encontrava.

“Ela já fugiu de casa outras duas vezes, mas não demorava para voltar, dessa vez estranhamos a demora dela, então passamos a fazer buscas. Quando completou 10 dias do desaparecimento, resolvemos procurar no IML, e infelizmente descobrimos o paradeiro”, contou emocionado.

O irmão disse que não sabe quem causou a agressão na vítima e nem a motivação. Mas pediu justiça. “Meus pais são idosos e estão sofrendo demais com a perda da filha de forma cruel.”

Leia Também