Celular roubado de servidora do TRT assassinada é ligado e alerta investigadores

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Mais de um semana após o assassinato da servidora Silvanilde Veiga Oliveira, o celular roubado dela foi ligado neste domingo. Uma amiga flagrou o “vistou por último” do aparelho, printou a mandou para a polícia. O horário marcava 10h15.

O aparelho havia dado a mensagem “visto po último” no sábado dia 22, às 16h46, dia do crime dentro do apartamento da servidora, morta no condomínio onde morava na Ponta Negra.

Até o momento a polícia investiga o caso mas não aponta suspeitos oficialmente. Stephanie Veiga, filha da vítima, foi quem encontrou o corpo da mãe. As duas moravam juntas no imóvel e eram as únicas com impressão digital cadastrada para abrir a porta do apartamento, que não apresentou sinais de arrombamento.

Silvaneide foi morta com 12 estocadas.

Leia Também