Casal dono do Vitória se entrega à polícia após ter imagem divulgada como foragidos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O casal havia viajado para Boa Vista na noite de ontem, mas resolver se entregar após ter a imagem divulgada

O casal Joabson Agostinho Gomes e Jordana Azevedo Freire, donos da rede de supermercados Vitória e principais suspeitos de planejarem o assassinato do sargento do exército, Lucas Ramon Silva Guimarães, ocorrido em 1º de setembro deste ano, se entregou à polícia na tarde dessa terça-feira (21).

Desde as primeiras horas de hoje uma operação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) esteve em mais de uma loja da rede de supermercados para cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão. Durantes as buscas os policiais apreenderam um revólver calibre 38, porém, os alvos dos mandados de prisão não foram encontrados.

Segundo fontes do portal Estado do Amazonas, tanto Joabson quanto a esposa dele, Jordana, estariam desde a última segunda-feira (20), em Boa Vista. Porém, após a grande repercussão e a divulgação da imagem de ambos, pela Polícia Civil, o casal resolver se entregar na sede da DEHS com os advogados.

Ao chegarem na delegacia os dois suspeitos preferiram não falar com a imprensa local. Os advogados de ambos também não concederam entrevista. Após alguns minutos que eles estavam na DEHS, Jordana foi levada para uma parte separada de Joabson. Segundo um investigador da especializada, a ação foi tomada para que eles não se falassem, nem combinassem nenhum tipo de respostas que serão feitas ao longo das oitivas.

O oficial militar, segundo a polícia, mantinha um caso extraconjugal com a dona da rede de supermercados e após descobrir a traição, Joabson planejou a morte dele.

Agora a polícia deve continuar as investigações para chegar ao autor dos disparos que levaram Lucas à morte.

Leia Também