PM enforca criança após menino dizer que prefere Lula a Bolsonaro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma criança de 7 anos que mora em Divinópolis, Goiás, está com o pescoço machucado e acusa um PM de ser o autor da agressão. O menino afirma que foi agredido após dizer que gosta mais do Lula do que do Bolsonaro. A mãe do menino registrou o caso na delegacia e levou o filho ao médico. O menino está sofrendo com pesadelos e não quer mais sair de casa.

“Ele [a criança] alegou que tinha ido na padaria buscar um lanche e tinha um policial aposentado que ‘brincando’ enforcou ele, deixando ele sem ar, até quase desmaiar. O pai dele viu, foi lá e falou: não faz isso, você está machucando o menino”, conta a mulher.

Ela afirma que o PM só largou o menino quando o pai viu a cena. “Meu filho alega que, na conversa, ele falou que era Lula e eles estavam discutindo sobre Lula e Bolsonaro. Não sei se foi o jeito que ele falou, mas o autor agrediu ele brutalmente deixando meu filho sem ar.

A mãe pede justiça contra o agente, que será investigado pela Polícia Civil. “É muita revolta, por que o agressor nem na delegacia foi. Ele alegou que era um policial e nada aconteceria com ele. Meu filho está com trauma, não dorme e quando dorme acorda gritando, pedindo ajuda dizendo que está sem ar”, desabafou.

O PM não quis comentar se realmente fez isso e por qual motivo.

Leia Também