Pai de agressor de mulheres e suspeito de estupro diz que filho é ‘temperamental’, mas inocente

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Após ser considerado foragido e ter a prisão preventiva decretada pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), os familiares de Kzam Matos Martins, de 30 anos, foram até a delegacia defendê-lo. O homem é suspeito de violência psicológica contra mais de 20 mulheres e violência física contra outras três, em Manaus.

Nesta sexta-feira (16) o pai do suspeito, o feirante Manoel Antônio, disse à imprensa, na frente da delegacia, que o filho é inocente. Ele também assumiu que Kzam é “temperamental” e que estava alcoolizado. No entanto, disse não acreditar que ele tenha agredido, mesmo com um vídeo mostrando a agressão.

O homem também disse que as mulheres “davam em cima” do filho. O suspeito, no entanto, ainda não se entregou. Policiais civis já foram em diversos endereços e não o encontraram.

No dia que o mandado de prisão foi expedido, nesta quarta-feira (14), assim que os policiais chegaram ao endereço os familiares de Kzam já estavam retirando os itens pessoais dele.

O homem é investigado ainda por diversos crimes, entre eles, ofensa, constrangimento, lesão corporal, perseguição, injúria, omissão e subtração. Há ainda uma tentativa de estupro e a polícia informou que ele tem um processo por estelionato.

As informações preliminares é de que ele está fora de Manaus. Informações sobre o homem podem ser repassadas pelo 181 da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Leia Também