Semtep oferece mais de 185 cursos de qualificação gratuitos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Governo do Amazonas está ofertando mais de 185 cursos de qualificação de forma on-line e gratuita para quem deseja se profissionalizar no mercado de trabalho e investir no seu próprio negócio. A iniciativa acontece por meio Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), em parceria com Sebrae e o Ministério da Economia, por meio da Escola do Trabalhador 4.0.

A parceria da Setemp com o Ministério da Economia e o Sebrae tem como objetivo qualificar e promover os cidadãos para o mercado de trabalho, permitindo-lhes aumentar as chances na disputa por vagas de emprego e alavancar a carreira profissional. Os cursos são gratuitos e realizados de forma on-line, com certificação válida em todo território nacional.

Os cursos já estão sendo disponibilizados, e os interessados deverão acessar o portal do trabalhador (www.portaldotrabalhador.am.gov.br), na aba Cursos de Qualificação, e escolher a modalidade que pretendem cursar, ou ainda, realizar o Teste de Carreira, caso tenham dúvidas na área que desejam se especializar.

Ao todo, oito modalidades contemplam os Cursos Online do Sebrae, voltados ao Empreendedorismo, Finanças, Inovação, Leis e Normas, Mercado e Vendas, Pessoas, Organização e Planejamento. O objetivo da parceria é oferecer de forma gratuita, capacitação na área do empreendedorismo, permitindo o desenvolvimento do próprio negócio.

Já a Escola do Trabalhador 4.0 é uma iniciativa do Ministério da Economia e contempla mais de 50 cursos gratuitos na área de tecnologia à produtividade, com cinco trilhas específicas em Letramento Digital, Produtividade, Introdução a Programação, Profissionalizantes e Avançados em TI, que abrangem desde o conceito iniciais de informática até conhecimentos mais avançados, como exploração nos programas do pacote Office.

Com informações da assessoria

Leia Também