‘Não fui eu’, grita jovem que foi morta com tiro na testa disparado por falso entregador

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma jovem identificada como Fernanda Martins da Silva, de 28 anos, foi assassinada com um tiro na testa nesta quinta-feira (29), na garagem de casa, em Belo Horizonte. O assassino teria fingido ser um entregador.

De acordo com Cristina Aparecida, mãe da vítima, o homem disse que era entregador e pediu que Fernanda fosse até ele. “Eu só escutei ela falando ‘mãe, mãe, mãe’ e ‘não fui eu’. Depois, ele deu um tiro na testa dela”, disse a mulher.

O homem estava num Golf de cor prata e a família conseguiu anotar a placa. No entanto, até o momento ninguém foi preso suspeito do crime.

A família não reconheceu o homem e desconhece o motivo do crime. Fernanda deixa três filhos, de 10, 8 anos e um bebê de apenas 9 meses.

Leia Também