Sargento de infantaria morre ao ser atacado por cervo em residência presidencial do Paraguai

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O oficial prestava serviço de segurança no local quando foi atacado pelo cervo.

Na última segunda-feira (3), um sargento de infantaria do exército do Paraguai morreu após ser atacado por um cervo no momento que trabalhava fazendo a segurança da residência presidencial do País, em Assunção. A vítima, Victor Isasi Flecha, de 42 anos, teve o peito cravado pelos chifres do animal.

De acordo com os jornais locais, o cervo tinha sido doado ao local. O ataque foi gravado por câmeras de segurança. Nas imagens o sargento aparece se aproximando do animal e pouco tempo depois, ele é atacado.

Após o ataque, Victor foi socorrido e levado para um hospital militar, mas devido a gravidade dos ferimentos causado pelos chifres do cervo, ele não resistiu e morreu. Em nota, a administração da residência presidencial disse que este é um caso inédito e lamentou a morte do oficial.

Leia Também