Mafioso foragido há 20 anos é preso após polícia identificá-lo em imagens do Google Street View

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Mesmo com o rosto borrado nas imagens, a polícia conseguiu identificar o mafioso que havia sido condenado a prisão perpétua.

Um mafioso italiano que já era procurado pela polícia há 20 anos teve os dias de liberdade finalizados após ser “flagrado” por câmeras do Google que fornecem imagens para o serviço Street View, no qual é possível “passear” pelas ruas.

Gioacchino Gammino, que hoje tem 61 aos, foi condenado à prisão perpétua por assassinatos cometidos na década de 1990 contra membros da máfia rivais, políticos e juízes. Ele ficou preso entre 1998 e 2002, quando aproveitou a gravação de um filme no presídio onde esta cumprindo pena, em Roma, para fugir.

Durante o tempo em que esteve foragido Gioacchino foi para a Espanha, onde adotou uma nova identidade de chef de cozinha chamado Manuel. E foi justamente quando estava conversando com uma pessoa em frente a uma loja de frutas e verduras que ele foi filmado.

O Google borra o rosto das pessoas que aparecem nas imagens, mas não o suficiente para evitar a identificação no caso de “Manuel”. A polícia italiana informou que já tinha pistas do paradeiro do mafioso e que usou a imagem do Google como um complemento na investigação. A ferramenta ajudou, inclusive, a identificar onde encontrar o fugitivo.

Perto da loja onde ele havia sido filmado a polícia encontrou o restaurante “La Cocina de Manu”, que tinha cardápio e foto do chef no Facebook. Entre os pratos oferecidos estavam especialidades sicilianas. De acordo com a imprensa italiana, ao ser preso, o mafioso teria perguntado como eles o encontraram, pois nem ligava para a própria família na Itália há pelo menos 10 anos.

Leia Também