Irritado, Elon Musk desiste de comprar o Twitter

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Twitter não vai mais parar nas mãos do bilionário Elon Musk. Após muitas idas e vindas, ele anunciou que desistiu do investimento. Um documento enviado nesta sexta-feira (8) à SEC, órgão americano equivalente à Comissão de Valores Mobiliários, encerra o negócio.

Mas agora o Twitter promete ir até a Justiça para fazer o negócio andar. Há um acordo do empresário com o conselho de administração do Twitter para a compra da rede social por US$ 44 bilhões (cerca de R$ 231 bilhões na cotação desta sexta-feira).

“A análise preliminar dos consultores de Musk das informações fornecidas pelo Twitter até o momento faz com que Musk acredite fortemente que a proteção de contas falsas e de spam incluídas na contagem de usuários relatada é muito superior a 5%”, diz a nota de Musk, justificando a desistência.

“O Twitter não cumpriu suas obrigações contratuais. Por quase dois meses, Musk buscou os dados e informações necessários para ‘fazer uma avaliação independente da prevalência de contas falsas ou spam na plataforma do Twitter'”, diz a carta.

E agora?

Leia Também