Escola, centro cultural e teatro que abrigava crianças são atingidos por mísseis na Ucrânia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo o governo da Ucrânia, algumas pessoas foram resgatadas mas ainda há cidadãos entre os escombros. A Rússia nega o ataque.

Pelos menos 21 pessoas morreram e 25 ficaram feridas durante um ataque com míssil em uma escola e centro cultural, em Merefa, no leste da Ucrânia. O ataque, atribuído à Rússia, ocorreu na manhã desta quinta-feira (17).

Nesta madrugada, a Ucrânia foi bombardeada por tropas militares russas que tiveram como alvo tanto militares como civis.Kiev, capital e coração da política, e cidades do sul ucraniano, que dão acesso ao Mar Negro e constituem importante rota comercial, são as mais afetadas.

Em Kiev, um prédio de 16 andares foi atingido por partes de um míssil destruído. Ao todo 30 pessoas foram resgatadas do local, três delas gravemente feridas e uma morta.

Inocentes como alvo

O governo ucraniano informou que o teatro em Mariupol, que era usado como abrigo para civis, foi bombardeado e chegou a ter mil pessoas atingidas. Autoridades de segurança acusam a Rússia de atacar o espaço.

Uma placa em que estava escrito “crianças”, em russo, identificava o teatro como uma área de refúgio. Segundo atualizações do governo, ainda há pessoas sob os escombros. A prefeitura de Mariupol informou que cerca de 500 pessoas que estavam abrigadas no teatro da cidade sobreviveram a um ataque aéreo russo ao local na quarta-feira (16).

Parte dos abrigados, de acordo com a prefeitura, são crianças. Forças de resgate ainda realizam operações de buscas entre os escombros. Por isso, afirmou a prefeitura, ainda não é possível precisar o número de sobreviventes. A Rússia nega o ataque.

Leia Também