Dono de pousada é denunciado por manter câmera escondida dentro de quarto de hóspedes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a polícia, após a denúncia foram encontradas 2,1 mil fotos e vídeos de pessoas nuas, seminuas e até fazendo sexo.

O dono de uma pousada, identificado como Jay Allee, de 54 anos, está sendo acusado de espionar hóspedes, fazendo mais de 2 mil fotos e vídeos dos clientes, incluindo cenas de sexo. Ele teria usado uma câmera escondida em um chalé para hóspedes, no Texas, nos EUA. As informações foram divulgadas pelo tabloide Mirror.

Segundo a polícia, um dos hóspedes encontrou a câmera, que estava colocada de forma que parecia a fonte do roteador de internet. O homem ficou desconfiado quando Allee sugeriu que o casal ficasse nu para assistir ao pôr do sol. Ele então desconfiou do objeto e pesquisou na internet “como identificar câmeras escondidas”.

Após a denúncia do hóspede, os policiais descobriram que o dispositivo estava em funcionamento há aproximadamente um ano. As imagens eram enviadas para tablets, celulares e computadores do dono da pausada.

Ao todo foram encontradas 2,1 mil fotos e vídeos de pessoas nuas, seminuas e até fazendo sexo.

Bianca Zuniga-Goldwater, que representa 17 pessoas que se hospedaram na pousada de Allee, disse que a situação era como um “filme de terror na vida real”. Agora Allee enfrenta 15 processos de acusação, à medida que mais hóspedes se uniram à causa. Autoridades que investigam o caso ainda esperam que mais hóspedes denunciem a invasão de privacidade.

Ele aguarda o julgamento em liberdade, após pagar uma fiança de 600 mil dólares.

Leia Também