DNA revela que batata gigante era cabaça, e ela fica fora do Guinness

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O alimento com 7,8 kg foi descoberto pelo casal da Nova Zelândia, Colin e Donna Craig Brown, em agosto do ano passado em uma pequena fazenda perto de Hamilton. Eles acreditavam estar com a maior batata do mundo e decidiram entrar para o Guinness.

Foto: Donna Craig-Brown/AP

Mas, após testes e mais testes científicos no Reino Unido. O batatão foi desclassificado. Na verdade, era um tipo de cabaça, parente do pepino, da abóbora e da melancia. A confirmação chegou por e-mail.

“Caro Colin, infelizmente, o espécime não é uma batata. Na verdade, é um tipo de cabaça. Por esse motivo, infelizmente, temos que desqualificar a candidatura”.

‘Doug’ como foi batizada a batata se tornou uma celebridade no Facebook.

O casal contou que não irá desistirá de conseguir o recorde da batata monstro na próxima temporada.

O recorde existente do Guinness permanecerá para a batata encontrada em 2011, na Inglaterra, que pesava pouco menos de 5 kg.

Leia Também