Cineasta é brutalmente assassinado e esquartejado pelos pais após decisão de nunca se casar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

IRAN| O cineasta iraniano Babak Khorramdin, de 47 anos, foi brutalmente assassinado pelos pais e teve o corpo esquartejado e jogado em uma mala.Segundos informações, o crime ocorreu após Babak retornar ao país natal para confrontar os acusados sobre sua decisão de nunca ter se casado.

Inconformados com a decisão do filho, o casal realizou um “crime de honra”. Os restos mortais do cineasta foram achados em sacos de lixo e em uma mala no oeste de Teerã.

Segundo a revista Monet, Babak foi anestesiado e assassinado com golpes de faca. Além disso, teve o corpo esquartejado e jogado no lixo. O pai confessou todo o assassinato e, como a sua esposa também participou do crime, foi presa junto com o marido. A polícia encontrou evidências de assassinato na casa da família.

Em depoimento à polícia, o casal ainda afirmou ter matado sua filha há três anos e um genro, há 10 anos. O método teria sido o mesmo usado contra o cineasta. O patriarca declarou, no tribunal, não se arrepender de seus atos

Leia Também