Mulheres são presas no aeroporto de Manaus com as malas cheias de maconha tipo skunk

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Equipe K9, da Receita Federal em Manaus, realizou operações de combate ao contrabando e descaminho no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas dos Correios, neste fim de semana, que resultaram na apreensão dez quilos de skunk, 147g de haxixe e nove vistos mexicanos falsos.

Na madrugada desta segunda-feira (19/, após procedimentos de análise de risco, duas malas suspeitas foram selecionadas pela fiscalização da Receita Federal. Os cães de faro da Equipe K9 indicaram a presença de drogas nas bagagens, confirmada após o uso do escâner e realização da verificação física.

Uma das malas continha 6kg de skunk com destino Guarulhos (SP) e a outra 4,2kg com destino Recife (PE). Duas mulheres foram identificadas como as responsáveis pelas bagagens e retiradas das aeronaves, ambas foram presas pela Polícia Federal, acionada pela Receita Federal, e conduzidas para a Superintendência do órgão.

Encomendas

Em procedimentos de rotina, a Equipe K9 também identificou encomendas suspeitas provenientes dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, e saindo de Manaus para São Paulo. Após a indicação dos cães de faro, utilização do escâner e verificação física foram confirmadas, nas encomendas, as existências de 90g de skunk, 147g de haxixe e 9 vistos mexicanos falsos.

O skunk estava escondida dentro de uma caixa de som. Já o haxixe foi camuflado em um pote de creme e os vistos falsos ocultos em um ônibus de brinquedo.

Leia Também