Motorista suspeito de matar mulher no ponto de ônibus seria dono de oficina e se apresentou no 19ª DIP

Facebook
Twitter
WhatsApp

Um homem identificado como Adauto do Carmo, dono da oficina Via Alvorada, se apresentou no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) como o dono da Hilux que causou a morte de Andréia Trindade de Oliveira, de 46 anos. O crime ocorreu na manhã desta segunda-feira (26).

ADVERTISEMENT

O veículo invadiu a calçada e Andréia morreu na hora, esmagada. O condutor da Hilux preta de placas PHE-6182 fugiu sem prestar socorro e vários vídeos flagraram o momento logo após o ocorrido. Mais três pessoas estariam com ele.

De acordo com informações da Polícia Civil, após a ampla divulgação da imagem da Hilux, o suspeito de apresentou. Ele estava sendo ouvido, mas a autoria não foi confirmada.

Ainda não há informações se ele estava embriagado ou dormiu ao volante. Em um dos vídeos, é possível ver o veículo transitando devagar pela rua e com estilhaços de vidro e marcas do acidente.

Leia Também

plugins premium WordPress
Verified by MonsterInsights