Modelo brasileiro é encontrado morto na Itália e suspeito é o companheiro de 71 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O modelo brasileiro Gabriel Luiz Dias da Silva, 27 anos, foi encontrado morto, na quinta-feira (12), no apartamento do companheiro de 71 anos, na Itália.

O corpo da vítima estava na cama do casal, com o rosto dentro de um saco plástico. A polícia italiana investiga o caso e o homem, que namorava o modelo desde 2019, é o principal suspeito.

Segundo o jornal italiano Corriere, o corpo de Gabriel foi encontrado após pelo próprio companheiro, identificado como Gianclaudio, que chamou a polícia.

Ao ser questionado pelos policiais, Gianclaudio não conseguiu explicar os momentos antes da morte e pareceu estar confuso, o que aumentou as suspeitas do crime.

Duas noites antes da morte, disse o suspeito, os dois promoveram uma festa entre amigos no local regada à drogas “pesadas” e sexo. Depois disso, o homem afirmou não ter tido muito contato com Gabriel, mesmo os dois estando no mesmo apartamento.

Apesar do namoro longo, de pouco mais de três anos, Gabriel só passou a morar junto do companheiro há poucos dias. Apesar disso, a frequência dele no apartamento era alta.

“Algumas vezes, nos últimos meses, eu os ouvi discutindo alto”, disse um morador ao Corriere.

Gianclaudio afirma que o último momento em que viu Gabriel foi durante o café da manhã na quarta-feira (12), quando Gabriel “passou mal, tomou uns remédios e voltou para a cama”.

O homem, que está aposentado, disse que deixou o parceiro descansar e não o checou o dia inteiro. “Achei que ele estava dormindo”, disse.

A polícia italiana investiga o que realmente ocorreu e tem algumas vertentes de investigação, como a morte ser consequência de um jogo erótico que não deu certo ou se realmente foi um assassinato.

Leia Também