Militar do Exército e esposa são presos por torturar filho dele, de apenas 4 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Na delegacia o militar disse que a criança 'era rebelde e que precisava de correção'. Ele e a esposa tiveram o flagrante convertido em prisão preventiva.

Um militar do Exército, de 45 anos, e esposa dele foram presos na última terça-feira (7), suspeitos de torturar uma criança de apenas 4 anos de idade. A vítima é filho do militar.

O caso foi denunciado a um agente do Conselho Tutelar, que foi ao local e presenciou cenas de maus tratos ao menino. Logo em seguida o conselheiro levou a denuncia até a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Diante disto, os policiais foram até a residência do casal e efetuaram as prisões do pai e madrasta em flagrante. Segundo a delegada da especializada, Joyce Coelho, a criança era espancada e colocada de joelho em milhos como forma de castigo.

Na delegacia o militar disse que ‘a criança era muito rebelde e precisava de correção’. Segundo a Polícia Civil, por meio de nota, após pedido do Ministério Público do Amazonas (MPAM), a Justiça concedeu a conversão da prisão em flagrante do casal para prisão preventiva.

Leia Também