Professor é afastado após denúncias de assédio sexual, na zona Norte de Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Procurado, o professor de matemática disse que não irá se pronunciar sobe as denuncias contra ele.

Um professor de matemática suspeito de assediar alunas da Escola Estadual  Senador André Vida, localizada no bairro Cidade Nova, na zona Norte de Manaus, foi afastado do cargo. Uma das vítimas relatou que o homem teria pedido fotos dela nua para aumentar a nota no boletim.

“Ele me levou para a biblioteca e começou a me assediar verbalmente, falando da minha foto, dando zoom [nas partes íntimas] e pedindo fotos minhas nua para ampliar minha nota”, denunciou a aluna.

Após fazer a denúncia na direção da escola, outros casos vieram à tona e na manhã desta quarta-feira (1º) estudantes se reuniram em uma manifestação em frente à escola, pedindo exoneração do professor.

Até o momento, ao menos duas estudantes alegam que sofreram abusos por parte do acusado. Uma delas chegou a divulgar prints de mensagens enviadas pelo homem. O professor disse que não irá se pronunciar sobre as denúncias.

Em nota, a Secretaria de Educação (Seduc), informou que apesar de o caso ter ocorrido no início de novembro, a pasta tomou conhecimento das denúncias nesta terça-feira (30) e imediatamente afastou o servidor. Veja a nota divulgada pela Seduc:

“A Secretaria de Estado de Educação e Desporto informa que recebeu a denúncia da aluna nesta terça-feira (30), do caso que teria ocorrido no dia 9 deste mês. O professor denunciado foi afastado e foi aberto um processo administrativo para apurar o ocorrido. A Secretaria de Educação reforça que todas as equipes gestoras estão orientadas sobre a necessidade de afastamento imediato dos envolvidos em casos de assédio ou comportamento impróprio, além de orientar o apoio e a escuta às denúncias das possíveis vítimas”.

Leia Também