Postos de combustíveis são notificados a explicar preços abusivos em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Sempre apontado como a forma mais barata de abastecer os carros e fazer economia, agora o gás natural veicular também virou motivo de dor de cabeça e sofrmento para o bolso do consumidor em Manaus. O Procon notificou três postos por aumento abusivo nesta quinta-feira (22), e está obrigando os donos dos estabelecimentos a explicar e detalhar valores de compra e venda.

A equipe de fiscalização do órgão apresentou notificações a dois postos na Avenida Torquato Tapajós e um na Avenida Constantino Nery. Segundo o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, diversas denúncias sobre a alta do GNV têm sido registradas no atendimento do órgão.

“As demandas que aparecem são variadas e hoje verificamos muitas denúncias pelo telefone e e-mail sobre o aumento desse combustível. A fiscalização prontamente atendeu aos chamados da população e já notificou os três postos, para que apresentem as notas no prazo de 48 horas, sob pena de serem autuados. Se o aumento não for justificado, será enquadrado como preço abusivo e devidamente punido, de forma proporcional ao porte do estabelecimento”, explica o titular do órgão.

Gás Natural Veicular – O GNV é considerado um combustível menos agressivo à atmosfera, com quase nenhuma emissão de monóxido de carbono. Além disso, tem custo menor do que o Gás Liquefeito de Petróleo.

Leia Também