Padrasto é preso após enteada de 15 anos tentar se jogar de viaduto por causa de estupro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um motorista de 40 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (5), no bairro São José, Zona Leste de Manaus, após a polícia socorrer uma adolescente de 15 anos que tentou se jogar do viaduto. Ela contou que tinha sido estuprada pelo suspeito, seu padrasto, e que a mãe sabia e não fazia nada.

De acordo com informações da delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), além do homem, a mãe da garota foi detida, suspeita de saber e aceitar a violência sexual.

Ainda segundo a delegada, o crime foi descoberto porque a vítima foi até o viaduto da Grande Circular, na Zona Leste, tirar a própria vida. A Polícia Militar foi acionada pelo 190 e rapidamente conseguiram resgatar a jovem.

Questionada dos motivos para tentar fazer aquilo, ela disse que sofria violência desde os 13 anos e que na noite anterior mais uma vez tinha sido abusada. A mãe supostamente sabia e deixava.

A Depca foi informada sobre o caso e rapidamente foi até a casa da adolescente. Os policiais prenderam o padrasto e a mãe. Na delegacia, no entanto, a mulher negou saber do crime.

“O depoimento da vítima e as investigações já apontam para o fato de que ela sabia de tudo e era conivente. A adolescente relatou que aos 13 anos, o padrasto a tocava de forma estranha, mas a mãe dizia que era o jeito dele, que era carinho. Quando o estupro foi consumado, a mãe teria dito que era para a filha aguentar um pouco mais até poder denunciar”, contou a delegada.

A prisão temporária do motorista foi pedida e a mãe deve ser indiciada pelo crime. A vítima foi encaminhada para um abrigo e posteriormente será verificado a possibilidade de um familiar ser responsável por ela. A jovem também terá acompanhamento psicológico.

Leia Também