Manaus está com 61% da população vacinável com o esquema completo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Mas apesar no número positivo, mais de 279 mil pessoas estão ainda estão com prazos atrasados.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em Manaus, completou, nesta terça-feira, 19/10, nove meses de realização, com mais de 2,6 milhões de doses aplicadas, entre primeira, segunda, de reforço e única. Os registros da Prefeitura de Manaus indicam que mais de 61% da população considerada apta a receber essa imunização está com o esquema vacinal completo. Com a primeira dose, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que coordena a campanha, já alcançou quase 90% do público vacinável.

O prefeito David Almeida classifica como significativos os números alcançados até agora, mas lembra que ainda não é hora de se acomodar, porque ainda é necessário avançar mais na vacinação.

“Tudo o que conquistamos até agora é resultado de muito esforço, dedicação e empenho de todos os profissionais envolvidos na campanha. Os trabalhadores da Saúde, incansáveis, aplicando as vacinas todos os dias, os coordenadores, os servidores de todas as secretarias e órgãos da prefeitura e do Estado, e os parceiros, que nos apoiam no atendimento às pessoas que precisam da vacina, todos com um objetivo comum: proteger nossa população dessa doença”, disse.

Segundo Almeida o desafio, agora, é ir em busca das pessoas que ainda não foram tomar a primeira dose, além das que já passaram dos intervalos para a segunda, e ainda não retornaram para concluir o esquema vacinal.

De acordo com o “Vacinômetro” municipal, 11% da estimativa do público vacinável em Manaus, pouco mais de 210 mil pessoas, ainda não receberam a primeira dose da vacina. O Sistema Municipal de Vacinação (SMV) indicava, nesta terça-feira, 19/10, que 279.479 pessoas já haviam passado dos prazos.

Evolução

Quando completou seis meses, no dia 19 de junho, a campanha registrou o primeiro milhão de doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas. Menos de um mês depois, no dia 9/7, a Semsa alcançava um milhão, só de primeiras doses. A partir daí a vacinação avançou e no dia 31 de agosto chegou a dois milhões de doses aplicadas na população vacinável.

Para conseguir esses resultados, a Semsa montou uma estratégia para possibilitar disponibilizar a vacina de forma segura, sem aglomerações, utilizando a modalidade de drive-trhu, além dos postos fixos, para pedestres.

Tecnologia na vacinação

Para assegurar a transparência da campanha, a Semsa criou ferramentas possibilitando o acompanhamento das informações pela sociedade, de forma geral, e a da coordenação da campanha. Por meio da plataforma Imuniza Manaus, foi possível organizar o fluxo de atendimento e assegurar a vacinação dentro dos prazos estabelecidos pelos fabricantes das vacinas em uso na capital: CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer, além do lote de imunizantes Janssen. Desta forma, o cadastro e a consulta de agendamento da vacinação passaram a ser feitos por meio do endereço https://imuniza.manaus.am.gov.br.

No início da vacinação, em razão da necessidade de um banco de dados específico, foram feitos ajustes no Sistema Municipal de Imunização/Covid (SMV/Covid), para o registro e o acompanhamento das vacinas aplicadas na capital amazonense. A ferramenta já existia e era utilizada em campanhas tradicionais, com base em metodologia antiga, que fazia a contagem por grupos vacinados.

Além disso, a equipe do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) da Semsa criou o “Vacinômetro” municipal, que por meio do link https://vacinometro.manaus.am.gov.br, divulga, em tempo real, informações sobre o número de vacinados, de quais grupos e o desempenho de cada posto de vacinação, entre outros dados.

Ainda lançando mão dos recursos tecnológicos existentes, e sem custo para a administração municipal, a secretaria criou um serviço, via internet, para orientar o usuário sobre a situação das filas de espera nos postos de vacinação. O “Filômetro”, como passou a ser chamado, mostra ao usuário a situação, em tempo real, da procura por vacina em cada posto, permitindo que a pessoa opte pelo local de menor movimento. O serviço pode ser acessado pelo link bit.ly/filometrovacina.

Leia Também