Homem que matou socorrista e saiu rindo em Manaus é solto após pagar fiança

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Mesmo matando uma pessoa e ferindo outra ao dirigir com sinais de embriaguez, o homem de 33 anos que causou uma verdadeira tragédia na Eduardo Ribeiro neste domingo (19) foi solto em Manaus nesta segunda-feira.

Ele pagou uma fiança de 20 salários mínimos e vai responder em liberdade. A Justiça entende que ele não representa problema para a sociedade. Vale lembrar que o motorista infrator ainda riu após o acidente fatal que tirou a vida de um motorista de ambulância de deixou um cadeirante ferido.

Francisco das Chagas Ribeiro Cavalcante morreu e Francisco Gama de 51 anos, foi socorrido no Hospital e Pronto-Socorro 28 de agosto e depois foi liberado.

Apesar não poder dirigir após assinar o termo, a polícia afirma que ontem, quando matou o motorista de ambulância e feriu um cadeirante ele já não podia, pois não tem CNH.

O acusado não pode frequentar bares ou similares, dirigir qualquer veículo auto motor  tem de  comparecer a todos os atos do processo. 

Leia Também