Fraude: McDonald’s de Manaus é pego vendendo McPicanha sem carne: ‘pedimos desculpas ‘

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) notificou a rede de lanchonetes McDonald’s por conta da publicidade do produto McPicanha. O Ministério da Justiça e Procons de outros estados, como São Paulo e Goiânia, também notificaram a empresa, e o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) deve investigar a campanha.

Na verdade o sanduíche tem apenas sabor de picanha. Com a carne custando mais de R$ 50 o quilo, a propaganda enganosa pegou muito mal. “Pedimos desculpas se o nome escolhido gerou dúvidas e informamos que estamos avaliando os próximos passos”, afirmou a rede, em nota, após pagar o mico do ano.

No documento, o Procon-AM pede que a rede de fast-food apresente esclarecimentos em até dez dias sobre o produto, que não teria a carne em sua composição, apesar de o nome indicar o contrário.

O órgão recomenda, ainda, que a empresa suspenda imediatamente a venda dos produtos da linha McPicanha em todas as suas lojas em Manaus, sob pena de infração ao Código de Defesa do Consumidor.

“Essa recomendação vem com objetivo de minimizar prejuízos aos consumidores. E reiteramos a necessidade de que todos os estabelecimentos que comercializam produtos dessa natureza cumpram a legislação. A propaganda enganosa leva o cliente a adquirir um produto diferente do que o que ele espera. O Procon-AM está vigilante de maneira firme para coibir esses abusos”, afirma o diretor-presidente do órgão, Jalil Fraxe.

Leia Também