Em Manaus, peixes invadem casa atingida pela cheia do Rio Negro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

MANAUS| A autônoma Tatiane Baraúna, teve a cozinha de sua residência invadida por peixes trazidos pela correnteza do rio. Na terça-feira (25), o nível do Rio Negro chegou a 29,91 metros. Já é a segunda maior cheia da história, desde o início dos registros em 1902.

A autônoma vive com a família há 24 anos no Bairro Compensa, um dos 15 afetados pela cheia em Manaus. Além da cozinha, o banheiro e o quarto também estão alagados. 

“A partir da semana passada, a água começou a invadir aqui dentro. A gente começou a colocar as coisas para cima, o quarto do meu irmão subiu também”, contou. 

Agentes da prefeitura já estiveram no local ecadastraram a família, segundo ela. 

De acordo com a Defesa Civil, em Manaus, 23.960 pessoas já foram afetadas pela cheia do Rio Negro, o que representa 5.990 famílias atingidas.

No centro da cidade, moradores precisam se adaptar à nova rotina e já utilizam canoas como meio de transporte. Algumas pessoas que tiveram as casas inundadas resistem em deixar os imóveis para trás.

Leia Também