Desdobramento: pai e filho soldado do Exército são presos por homicídio em posto de gasolina em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Equipes da DEHS efetuaram, nesta quarta-feira (23), as prisões do soldado do Exército Brasileiro (EB) Paulo Vitor Trindade de Lima, 21, e de Carlos Guedes da Silva Lima, 58, filho e pai, respectivamente, por envolvimento no homicídio de Diego Júnior de Souza Serra, que tinha 30 anos. O crime aconteceu no dia 6 de dezembro de 2021, na rotatória do bairro Coroado, zona leste de Manaus.

A delegada Déborah Barreiros, adjunta da DEHS, informou que no dia do crime, Paulo Vitor marcou um encontro com a vítima em um posto de combustível, momento em que Carlos e outro indivíduo, chegaram no local em uma motocicleta e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra Diego Júnior.

Entenda o caso

Nesta quarta-feira (23), o militar do Exército Brasileiro (EB), identificado como Paulo Vitor Trindade de Lima, foi preso apontado pelo envolvimento na morte do vendedor Diego Junior de Souza Serra, que tinha 30 anos. De acordo com a polícia, os dois tinham negócios de agiotagem.

O militar foi preso dentro de um quartel do Exército Brasileiro e foi escoltado pela Polícia do Exército (PE) até a sede da DEHS. De acordo com informações preliminares, Diego emprestava dinheiro para Paulo Trindade, que fazia agiotagem para colegas do Exército.

A morte de Diego teria sido motivada por ele ter cobrado o “amigo” uma quantia de dinheiro que ele estava devendo, cerca de R$ 100 mil. Após o crime, o militar ainda teria ido até a casa da vítima em busca de um caderno de anotações que Diego mantinha com o nome das pessoas que o deviam.

Leia Também