Acusado de homicídio, Givancir Oliveira defende motora que matou passageiro: ‘legítima defesa’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Amazonas, Givancir Oliveira, suspeito de matar um rapaz de 24 anos, em Iranduba, saiu em defesa do motorista da linha 004 que matou um passageiro na tarde desta terça-feira (22), em Manaus, no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul.

De acordo com Givancir, o motorista, pensou que a vítima fosse um assaltante, agindo em “legítima de defesa até que se prove o contrário”, após ser atingindo por dois socos e, por isso, reagiu esfaqueando o passageiro.

Ainda de acordo com o presidente, o funcionário tem 14 anos de empresa e será apresentado às autoridades policiais “no tempo certo”.

Auzimar Leão Lobato morreu com um golpe de arma branca no peito assim que deu entrada no hospital. “Vamos apurar todos os fatos e acompanhar de perto todo desenrolar da situação e prestar todo apoio ao motorista e se possível aos parentes do passageiro”.

A Polícia Civil investiga o caso, e até a publicação desta matéria o motorista não havia sido localizado.

Leia Também