Major dos Bombeiros é sequestrado e carbonizado por traficantes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Instituto Médico Legal (IML), confirmou na manhã desta quinta-feira (17), que o corpo encontrado dentro de um carro carbonizado é do major do Corpo de Bombeiros, Wagner Bonin, de 42 anos. O crime ocorreu na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

O major foi levado na quarta-feira (16), por traficantes. .Ele teria fotografado barricadas montadas por traficantes e assim teria de ser eliminado.

O militar era lotado no Grupamento de Operações Aéreas (GOA) do Corpo de Bombeiros e, em 2019, foi condecorado por sua atuação de destaque na tragédia de Brumadinho.

Em nota, a corporação fez homenagens ao oficial e lamentou a perda. “Eterno herói por todo o trabalho realizado em prol da sociedade, no cumprimento do juramento, honrando a missão de Vida Alheia e Riquezas Salvar. O Major Wagner Bonin jamais será esquecido. Toda a tropa está de luto”.

Leia Também