Flordelis briga na Justiça por direito a visita íntima do namorado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A ex-parlamentar, de 60 anos, que ter o direito a receber as visitas íntimas do namorado, que tem 25 anos.

Os advogados da ex-deputada Flordelis dos Santos Souza, de 60 anos, entraram com pedido no Tribunal de Justiça para que ela tenha direito a visita íntima, no Complexo de Gericinó, em Bangu, onde ela está presa desde o dia 5 de agosto, acusada de ser a mandante da morte do marido dela, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido em junho de 2019.

O pedido foi protocolado na última segunda-feira (5), depois que o namorado da ex-deputada, o produtor de artistas gospel Allan Soares, de 25 anos, foi impedido de fazer visita íntima à Flordelis. Até o momento, três pedidos já foram feitos, todos negados pela Justiça.

“É inadmissível que qualquer preso, especialmente quem sequer tenha sido condenado, seja impedido de ter contato com pessoas que possam auxiliar neste momento. Estamos reforçando os inúmeros pedidos formais e verbais no sentido de que a Flordelis tenha direito à visitação, tanto de seus familiares quanto de amigos”, afirmou o advogado Rodrigo Faucz.

Viúva Negra

Flordelis foi denunciada à Justiça pelo Ministério Público acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. A ex-deputada alega inocência, mas por ordem da Justiça vai para o banco dos réus na 3ª Vara Criminal de Niterói com mais nove acusados e será submetida a júri popular.

Leia Também