Bombeiro que atirou dentro de bar, supostamente embriagado, é liberado pela Justiça

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Ronaldo foi preso em flagrante após atirar para todos os lados dentro de um bar, colocando a vida de várias pessoas em risco.

Ainda nesse domingo (10), o cabo do Corpo de Bombeiros Ronaldo Batany Rodrigues foi liberado pela Justiça após pedido de relaxamento feito pelo advogado de defesa dele. Ronaldo havia sido preso em flagrante após efetuar vários disparos de arma de fogo dentro do ‘Boteco Caminho D’Ksa’, durante a noite do último sábado (9).

A decisão foi feita pelo juiz Fábio Lopes Alfaia e publicada no Plantão Judicial do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Relembre o caso

O bombeiro, após consumir bebidas alcoólicas, surtou dentro do estabelecimento e começou a gritar e atirar em várias direções. Enquanto gritava, Ronaldo exigia o cartão de crédito dele.

Toda a ação dele foi gravada por câmeras de segurança do local. Um dos funcionários da casa acabou sendo agredido pelo bombeiro. Ao final, o homem foi detido e levado para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 Após a confusão, o gerente do estabelecimento informou que durante todo o tempo o cartão de crédito estava no bolso da roupa do bombeiro. Ninguém foi atingido pelos tiros.

Veja a decisão na íntegra:

Leia Também